Inicial Todas Curiosidades Dez coisas que todo mundo usava no Orkut

Dez coisas que todo mundo usava no Orkut

Rede social criou tendências na Internet brasileira da primeira década do século XXI, mas foi descontinuada em 2014.

Orkut faria 14 anos nesta quarta-feira (24). A rede social que fez sucesso no Brasil foi lançada em 2004 pelo engenheiro de software do Google Orkut Büyükkökten e descontinuada dez anos depois em setembro de 2014.

O site, que chegou a ter 50% de seus usuários no Brasil, era famoso pelas comunidades, depoimentos secretos e possibilidade de descobrir quem visualizou seu perfil, além de vários recursos de personalização — que até hoje deixam saudade em quem mantinha uma conta na plataforma. O TechTudo reuniu abaixo algumas dessas funções para você relembrar coisas que todo mundo fazia no Orkut.

Orkut: relembre coisas que todo mundo fazia na rede social (Foto: Pond5)
Orkut: relembre coisas que todo mundo fazia na rede social (Foto: Pond5)

1. Ver quem visitou o perfil

 

Uma das funções mais amadas e, ao mesmo tempo, odiadas do Orkut era a possibilidade de saber quem visitou o seu perfil. A ferramenta vinha habilitada por padrão e, todos os dias, a lista de visitantes recentes era atualizada na página inicial dos usuários. Além de suprir a ansiedade dos curiosos, a função ajudava a descobrir se alguém visualizava sua página na rede social com mais frequência do que o normal e ajudava a mandar aquela indireta para o “crush”. A característica, extinta nas redes sociais modernas, deixou tanta saudade que diversos serviços prometem trazê-la para sites como Facebook e até mesmo o Instagram.

Orkut mostrava visitas recentes ao perfil do usuário (Foto: Reprodução/YouTube (Roberto Neto))

Orkut mostrava visitas recentes ao perfil do usuário (Foto: Reprodução/YouTube (Roberto Neto))

 

2. Personalizar a seção “quem sou eu”

 

Na seção “quem sou eu”, do Orkut, os usuários podiam escrever um pouco sobre si e mostrar melhor a personalidade para os amigos. Entretanto, a criatividade das pessoas transformou o espaço em muito mais do que isso, usando-o para ditar as “regras” do perfil ou criar rixas. Quem não se lembra das famosas frases “só add com scrap” e “leio, respondo, apago”? Também não era incomum encontrar letras de músicas, desenhos feitos com caracteres ou fotos “gigantes” do dono da conta. Havia, ainda, os misteriosos, que deixavam o recado: “quem se define, se limita”.

Usuários do Orkut personalizavam a seção

Usuários do Orkut personalizavam a seção “Quem sou eu” com fotos (Foto: Reprodução/YouTube (Paulo Vinicius Duque Pinheiro))

 

3. Deixar scraps

 

Os usuários do Orkut tinham um mural de “scraps” (ou “recados”, em português), que ao contrário das mensagens privadas eram dedicados a textos mais rápidos. Era possível tornar os scraps públicos, para que qualquer pessoa visualizasse, ou configurá-los para que somente o dono da conta tivesse acesso. Com o tempo, tornou-se comum utilizar o espaço para o envio de correntes ou GIFs piscantes, principalmente com a função de enviar para mais de um amigo ao mesmo tempo, o que fazia com que muita gente se irritasse.

Recados no Orkut foram usados para espalhar correntes (Foto: Reprodução/YouTube (José Luiz))

Recados no Orkut foram usados para espalhar correntes (Foto: Reprodução/YouTube (José Luiz))

 

4. Ler a sorte do dia

 

Quem precisava de astrologia quando se tinha o Orkut? Para quem não se lembra, a rede social trazia “previsões” e frases de motivação diárias chamadas de “sorte do dia”. Com frases como “um ato de bondade, mesmo que seja pequeno, nunca é em vão” e “Comece a ler um livro”, o recurso, na verdade, não tinha nada de muito místico e, com frequência, mostrava frases repetidas e um pouco aleatórias.

Site que simula o Orkut mostra sorte do dia, recurso famoso do site clássico (Foto:  Reprodução/Barbara Mannara)

Site que simula o Orkut mostra sorte do dia, recurso famoso do site clássico (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

 

5. Mandar depoimentos secretos

 

Você deve se lembrar dos depoimentos, uma das funções mais famosas do finado Orkut. O que talvez você tenha esquecido é que muita gente gostava de mandar depoimentos secretos que começavam com o aviso “Não aceita!”. Ao contrário das que podiam ficar públicas, essas mensagens costumavam trazer relatos mais íntimos e, geralmente, permaneciam para sempre na lista de aprovações pendentes do usuário para que ele pudesse lê-las a qualquer momento. O problema era quando uma pessoa desatenta aceitava um desses sem querer, revelando o recado para quem quisesse ver.

Os depoimentos públicos, por sua vez, também trazem lembranças divertidas, como a famosa briga pelo “topo”, em que amigos disputavam para ver quem permanecia mais tempo na posição de última pessoa a enviar um depoimento em determinado perfil.

Depoimentos faziam sucesso no Orkut (Foto: Reprodução/Orkut)

Depoimentos faziam sucesso no Orkut (Foto: Reprodução/Orkut)

 

6. Participar de comunidades clássicas

 

As mais de 50 milhões de comunidades do Orkut eram um ambiente para fazer novos amigos e encontrar pessoas com os mesmos interesses. Algumas delas eram praticamente obrigatórias. Quase todo mundo era membro de grupos como “Eu amo a minha mãe”, “Eu odeio acordar cedo” e “Eu amo chocolate”. Os usuários de ego mais inflado também aderiam a páginas como “Sou legal, não tô te dando mole” e “Deus me disse: desce e arrasa”.

Houve, ainda, a moda de criar comunidades com histórias que começavam na descrição e continuavam no fórum de discussão do grupo; ou seja, para saber como terminava era preciso se tornar um membro. Várias dessas comunidades voltaram volta na nova rede social do criador do orkut, a Hello.

Algumas comunidades no Orkut eram bastante famosas (Foto: Reprodução/Hello)

Algumas comunidades no Orkut eram bastante famosas (Foto: Reprodução/Hello)

 

7. Organizar o álbum de fotos na época em que só eram permitidas 12 imagens

 

Bem no começo do Orkut, havia um limite para a quantidade de fotos que você podia subir no álbum: eram somente 12. Assim, era preciso ser criativo para escolher bem quais imagens seriam postadas e usar o espaço com eficiência. Muita gente gostava de organizar a página, criando histórias com as imagens e as legendas, ou simplesmente postando tudo em ordem cronológica. Mais tarde, o limite de fotos foi aumentado e a rede social liberou a possibilidade de ter diversos álbuns com temas diferentes.

No começo, álbum do Orkut permitia até 12 fotos; limite foi quebrado posteriormente (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)
No começo, álbum do Orkut permitia até 12 fotos; limite foi quebrado posteriormente (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)

 

8. Avaliar os amigos

 

Outro recurso exclusivo do Orkut era o sistema de avaliações, no melhor estilo “Black Mirror”. Nele, você podia, de maneira anônima, ajudar a construir a “reputação” dos seus amigos ou ex-namorados, classificando-os como “sexy”, “confiável” ou “legal”. Também era possível virar fã de uma determinada pessoa, o que deixava a função um tanto quanto competitiva.

Legal, sexy ou confiável? Relembre avaliações do Orkut (Foto: Reprodução/Orkut)

Legal, sexy ou confiável? Relembre avaliações do Orkut (Foto: Reprodução/Orkut)

 

9. Criar um avatar no BuddyPoke

 

O BuddyPoke era uma extensão disponível no Orkut e que, junto com outros games, como a Colheita Feliz, fez muito sucesso na rede social. A ferramenta permitia criar um avatar parecido com você e interagir com os bonecos de seus amigos por meio de danças, cumprimentos e abraços virtuais. A brincadeira complementava o caráter afetivo forte na rede social e estimulava que os usuários demonstrassem como se sentiam em relação a seus contatos. Mais tarde, o jogo, inclusive, migrou para o Facebook.

BuddyPoke era brincadeira famosa no Orkut (Foto: Divulgação/BuddyPoke)

BuddyPoke era brincadeira famosa no Orkut (Foto: Divulgação/BuddyPoke)

 

10. Mudar a cor ou o tema do perfil no “Novo Orkut”

 

Por muito tempo, o Orkut permitia somente uma cor de layout para a página dos usuários e quem quisesse personalizar precisava recorrer a softwares externos, que só mudavam a aparência do perfil para o próprio dono da conta. Entretanto, em meados de 2009, Muita gente ficou feliz quando o botão “Experimente o novo orkut” passou a aparecer no topo da página, em meados de 2009, anunciando uma nova versão onde era permitido trocar as cores e o tema do seu perfil sem recorrer a extensões e deixando a mudança disponível para todos os usuários.

Novo Orkut permitia mudar a cor e o tema do perfil (Foto: Reprodução/YouTube (Carla Félix))

Novo Orkut permitia mudar a cor e o tema do perfil (Foto: Reprodução/YouTube (Carla Félix))
Fonte: Techtudo

SEM COMENTÁRIOS

Deixe um Comentário