UA-83912875-1
Estúdio ao Vivo Rádio ao Vivo
Inicial Música

0 194

Cardi B tem mais um recorde para chamar de seu. Depois de balançar as estruturas da Hot 100, a rapper agora tem cinco músicas simultaneamente apenas no Top 10 do ranking de R&B/Hip-Hop da revista norte-americana.

Na mais recente atualização, Cardi aparece em 1º ao lado de Bruno Mars com o remix de “Finesse” que subiu 15 posições e está ainda em “No Limit” com G-Eazy em 3º, com Nicki Minaj e Migos em “Motorsport” em 4º, com “Bartier Cardi” em 7º e “Bodak Yellow” em 10º.

Com esses sucessos, a rapper se iguala a Drake e Kendrick Lamar sendo assim a primeira artista feminina a colocar 5 músicas ao mesmo tempo na Top 10. Nas últimas duas semanas, Cardi estava empatada com Beyoncé – que colocou 4 músicas simultaneamente no Top 100 em 2016: “Formation” “Sorry,” “Hold Up” e “6 Inch”, ocupando as posições 6, 7, 8 e 10, respectivamente.

Fonte: Popline

0 63

A edição brasileira da Rolling Stone liberou na noite desta quarta-feira (17/1) a capa e trechos da entrevista com Pabllo Vittar. A cantora está na edição de janeiro falando sobre preconceito, representatividade, música pop e religião.

“Eu oro antes de entrar no palco, antes de dormir, quando eu acordo. Acredito Nele [Deus], acho que Ele sempre vai estar comigo”, disse antes de contar uma história que aconteceu com sua mãe, Verônica. “O pastor começou a pregar sobre pessoas ‘doentes’ e rezar pela ‘cura’ dos gays. Quando ele começou a falar isso, minha mãe saiu correndo na hora. Com esse tipo de gente que até hoje é racista, misógina, homofóbica, transfóbica, eu fico: ‘Mano, para’. Fico muito triste. Porra, Deus fez os humanos para eles se odiarem desse jeito? Ele deve virar e pensar assim: ‘Que vergonha’”, disse.

“Hoje eu tiro de letra, porque tenho muito orgulho do que eu sou. O pior é o ódio que dá quando eu não fiz nada para a pessoa, nada para ninguém me olhar torto, e elas apontam ou dão risada de mim. Cada vez mais eu perco a esperança em certas pessoas. Tem gente que já desacreditei, tipo: ‘Você não vai mudar mais’”, comentou.

No dia do papo com a RS Brasil, Pabllo já havia feito um ensaio fotográfico, esteve em estúdio, e estava concedendo outras três entrevistas. “‘Não gosto muito’, confidencia, com uma frase que certamente seria menos educada se não houvesse um jornalista no banco ao lado. Pabllo não verbaliza, mas está se referindo às perguntas sempre parecidas, geralmente envolvendo questões de representatividade e política. ‘Está tudo lá, não tem o que ficar falando. Uma drag em cima do palco, no país que mais mata LGBTs no mundo. Isso já diz tudo’”, comenta.

Ainda para a publicação, Pabllo diz que seu foco para os próximos meses é diminuir a agenda para pode trabalhar melhor e continuar focando na produção do novo álbum. “Tem ouvido de SZA a Kali Uchis, anda empolgada com Allie X e está interessada em usar guitarras, a exemplo do que Rihanna fez em ‘Kiss It Better'(de Anti, 2016), possivelmente a canção da barbadiana que tem mais a cara da brasileira. E também ‘manter um pouquinho do que estou fazendo, porque está gostoso demais’”.

Fonte: Popline

0 90

Camila Cabello entrou no final do ano passado praticamente em todas as listas de álbuns aguardados para 2018 e “Camila” finalmente foi lançada na última sexta-feira (12/1) após unanimidade positiva nas resenhas.

acordo com a Hits Daily Double, o disco pode chegar a 97 mil cópias (entre 92 a 97k) equivalentes vendidas até esta quinta (18) colocando a cantora em uma disputa acirrada com a trilha de “O Rei do Show” pelo primeiro lugar. A Billboard se refere a “Camila” como “facilmente a melhor estreia da semana”.

A título de comparação, a trilha sonora de “O Rei do Show” está em sua segunda atualização consecutiva na liderança da Billboard 200 com 107 mil cópias equivalentes vendidas na última semana. A tendência é que esse número diminua. A HDD prevê de 87 a 92 mil unidades equivalentes vendidas.

O novo Top 10 da Billboard 200 será liberado no domingo (21).

Fonte: Popline

0 73

Thoughts” feita para o “Live Lounge” e a conta foi bombardeada de pedidos para que finalmente a empresa liberasse o vídeo gravado para os fãs.

A música do DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller foi apresentada por Harry durante o “Live Lounge” em setembro do ano passado! E após muitas súplicas, os pedidos foram atendidos. Assista e relembre o cover, liberado na época apenas via áudio.

Além de “Wild Toughts”, Harry ainda fez um cover do “The Chain”, da banda de rock Fleetwood Mac, e faixas do seu álbum de estreia em carreira solo.

Fonte: Popline

0 68

Justin Bieber é o primeiro e único artista (até o momento) a ter cinco clipes em sua videografia com mais de um bilhão de visualizações. O feito foi conquistado nas últimas horas com o rompimento da marca por “Where Are Ü Now”, música lançada pelo Jack Ü (Diplo + Skrillex), e que tem a participação do cantor tanto faixa quanto no clipe!

Acima de um bilhão de visualizações ainda estão “Sorry” (atualmente com 2,8 bilhões), “What Do You Mean” (1,8 bilhão), “Baby” (1,7 bilhão) e “Love Yourself” (1,2 bilhão). Katy está logo atrás de Bieber com quatro clipes acima de 1 bilhão de visualizações.

Na lista dos clipes mais vistos no Youtube está “Despacito” em primeiro lugar com quase 5 bilhões de visualizações.

Fonte: Popline

0 81

Shakira não vai operar as cordas vocais. De acordo com o programa de TV “Despierta América”, a artista decidiu não se submeter à cirurgia, por conta do risco de perder 80% de sua voz. Ela está fazendo um tratamento menos agressivo, a base de cortisona, que a deixará impossibilitada de falar por um mês inteiro.

Os problemas na garganta apareceram durante os ensaios para a turnê “El Dorado”, que começaria em novembro e teve toda sua agenda suspensa. Na ocasião, Shakira escreveu: “eu forcei minhas cordas vocais e infelizmente como resultado os meus médicos me ordenaram um descanso total da voz para evitar danos mais graves, o que me impediria de me apresentar. (…) Por mais que isso me magoe, preciso seguir os conselhos dos meus médicos e me recuperar para que eu possa dar tudo de mim quando eu estiver novamente na estrada e sem risco de sofrer outro dano”.

As datas da turnê estão adiadas para junho deste ano, com shows na Europa e na América do Norte. A produção explica que Shakira sofreu uma hemorragia nas cordas vocais. Para contornar o imprevisto, ela teve que se consultar com especialistas e estudar a melhor maneira de se recuperar – sem perder a voz, um risco real. “Mesmo que eu tenha esperado muito que minhas cordas vocais se recuperassem em tempo de seguir com a turnê em janeiro, e após explorar muitas opções para isso, eu aceitei que esse é um machucado que precisa de mais tempo e cuidado para sarar”, explicou a popstar latina.

Fonte: Popline

0 90

Dua Lipa virou a página do megahit “New Rules” nesta sexta-feira (12/1). Como prometido, a cantora estreou na manhã desta o videoclipe do seu novo single, “IDGAF”, mantendo a divulgação do seu primeiro disco de estúdio lançado em junho do ano passado e de onde já foram retirados outros cinco músicas de trabalho.

Assista:

Com “New Rules”, Dua Lipa conseguiu um patamar incrível para uma estreante. A música está quase no Top 10 dos Estados Unidos sem nenhuma grande divulgação no país, entrou para rankings de melhores músicas e clipes lançados em 2017, liderou a parada britânica de singles.

É possível que “IDGAF” não encerre ainda os trabalhos de “Dua Lipa”. A gravadora da cantora deixou claro que tem a intenção de trabalhar outras faixas – isso mesmo, no plural!

Fonte: Popline

0 86

Aqui no Brasil, nós já rebolamos muito com “Sua Cara”, hit do Major Lazer com as vozes de Anitta e Pabllo Vittar. Mas já imaginou uma versão em espanhol? O Diplo (integrante do Major Lazer), sim! Tanto que ele chamou a colombiana Karol G para um remix.

“El La Cara” foi lançada nesta sexta-feira (12). A produção é bem parecida com a original e as letras bem fiéis, só mudando o idioma. Vem ver como ficou:

Karol G vem chamando a atenção internacional com o CD “Unstopabble”, que chegou a entrar na parada Billboard 200 dos Estados Unidos. O single “Ahora me Llama” também teve destaque, entrando no top 10 da parada latina.

Fonte: Popline

Muita gente não tem lembrança ou não viveu a época do Black Eyed Peas sem Fergie, mas a verdade é que antes da loira aparecer o grupo já havia lançado dois álbuns como trio. Agora, will.i.am, Taboo e apl.de.ap retornam às origens em nova música. Este é o primeiro lançamento inédito desde “Don’t Stop The Party” de 2011. Em 2016, o grupo completo regravou o hit “Where’s The Love” para caridade.

“Street Livin’” não mostra apenas a atual formação temporária como também é um retorno ao som que o trio fazia antes do estouro do “Elephunk”: mais rap, menos hip-hop/eletro pop. “Nós temos o poder de fazer mudanças juntos. Prisão em complexos industriais. Imigração. Violência armada. Brutalidade da polícia. Esses problemas são críticos para a nossa família, amigos, comunidades e o mundo”, avisou o BEP no anúncio de “Street Livin’”.

Ouça abaixo:

Já fazia um tempo que as redes sociais do Black Eyed Peas insinuavam um retorno às origens enquanto o grupo estivesse trabalhando sem Fergie – afastada para divulgar o seu segundo álbum solo, “Double Dutchess”, e com um novo selo fonográfico. Rumores de que a cantora havia deixado de vez o Black Eyed Peas surgiram na época, mas foram desmentidos.

Fonte: Popline

0 128

Após passarem semanas no Top 50 do Spotify Global, no topo da parada do Youtube como a música mais ouvida na plataforma e outras atualizações no “ranking pré-Hot 100”, Maluma e Nego do Borel finalmente estrearam na principal parada dos Estados Unidos.

Na atualização completa da Hot 100 liberada na manhã desta terça-feira (9/1), “Corazón” aparece estreando na 92ª colocação.

“Corazón” foi a 10ª estreia da Hot 100 esta semana e ficou a frente de lançamentos do Keith Urban e até de faixa da trilha de “O Rei do Show”.

A melhor estreia é sem surpresas de “Finesse”, do Bruno Mars com Cardi B. O remix da música do álbum “24K Magic” debutou no ranking na 35ª colocação com apenas 24h de streaming e venda. “Never Be the Same”, da Camila Cabello, também retornou ao ranking liderado mais uma vez por Ed Sheeran e Beyoncé.

Vale ressaltar também os novo picos de “New Rules”, da Dua Lipa (#11); de “Meant to Be”, da Bebe Rexha com Florida Georgia Line (#24); e “End Game”, da Taylor Swift com Ed Sheeran e Future (#39).

Fonte: Popline

ACOMPANHE-NOS